Teste de Paternidade

PME_Lider

Home > Análises e Exames > Teste de Paternidade

LL_Natal_2014_banner

Teste de Paternidade

O que é um teste de paternidade?

O teste de paternidade consiste em duas fases:

  1. Análise de 15 regiões de ADN (STR- short tandem repeats) que são únicas em cada indíduo. A combinação destas 15 regiões constituem o perfil genético (impressão digital genética).
  2. Comparação dos perfis genéticos do pretenso pai e filho.
    Sabendo que os filhos herdam metade da informação genética da mãe e a outra metade do pai, pode verificar-se se a informação genética do filho é compatível com a do pretenso pai analisado. Se esta informação for compatível, então pode concluir-se que o pretenso pai tem uma probabilidade de 99,999% em ser o pai biológico, por outro lado se verificar-se que não há compatibilidade genética entre ambos, pode concluir-se que o pretenso pai não é o pai biológico.

Como é feita a análise?

Passo 1 - Extraímos o ADN a partir de uma amostra de sangue (picada no dedo)

paternidade001

Passo 2 - Amplificamos 15 regiões de ADN que são únicas em cada pessoa.

paternidade002

Passo 3 - Leitura do perfil genético de cada pessoa analisada e comparação dos seus perfis genéticos através de um aparelho com elevada capacidade de resolução (3730xl) e software de análise.

paternidade003

paternidade004

Quem precisa de fazer o teste? O pai, a mãe e o filho, ou podem ir só o pai e o filho?

Filho Maior de Idade- Recolher amostra ao pretenso pai e filho (sendo a mãe opcional embora se recomende a sua recolha porque aumenta a fiabilidade do teste). Temos de comprovar a maioridade através de identificação, e ficar com cópias de BI, passaportes ou certidão de nascimento.

Filho Menor de Idade não registado- É obrigatório apenas o consentimento da mãe e a declaraçõ do hospital / clínica a provar o nascimento da criança.

Filho Menor de Idade já registado- É obrigatório recolher amostras de pretenso pai, filho e mãe e o consentimento de ambos os progenitores. Se o pai que registou a criança é outro, terá de estar presente (detém o poder paternal juntamente com a mãe). Ficar com cópias de BI, passaportes ou certidão de nascimento.

Quanto tempo demora a entregar os resultados? E de que forma são entregues?

Os resultados são entregues por mão própria no laboratório e demoram cerca de 10 dias.

Qual o preço?

Quer façamos a dois ou aos três envolvidos o custo é de 721,00 euros.

Posso fazer em casa?

Sim, pode comprar o Kit e fazer em casa, sem valor judicial e com menos custos, não havendo necessidade de identificação das amostras com os respectivos nomes. O kit tem instruções de colheita precisas e de fácil leitura. Custo do kit, 480,00 euros.

Qual o tipo de amostra?

A amostra é saliva colhida com zaragatoa especial da face interior da bochecha da face.

Qual o horário e preciso de marcação?

Sim, necessita marcação. O nosso horário é das 8-18h de segunda a sexta

Tem efeitos judiciais o teste aí efectuado?

A colheita efectuada no laboratório tem sempre efeito judicial.

Um teste de paternidade só pode ser feito a partir de sangue dos intervenientes?

Não. O DNA é o componente genético básico e está presente em todas as células do nosso corpo.
E ele é absolutamente o mesmo nas células brancas do sangue, nas células da mucosa bucal, nas células da raiz do cabelo, etc. O teste de paternidade pode ser feito com qualquer tecido que contenha DNA, no entanto é muito importante referir que o Labluxor, só realiza testes usando o nosso kit de recolha de amostras de saliva (também adequado para amostras de sangue) que é, actualmente, o sistema mais fiável do mercado, e que reduz drasticamente o risco de contaminações das amostras, bem como o risco de deterioração das amostras de DNA. A segurança com que revelamos os resultados ao cliente começa deste logo pelas boas práticas na amostragem da saliva usando o nosso kit de excelente qualidade.

Posso enviar saliva dentro de um copo para fazer o teste de paternidade?

Não. A amostra de saliva (ou sangue) tem que ser recolhida usando o kit fornecido pelo Labluxor e seguindo as instruções recomendadas.

Estou grávida. Posso fazer o teste de paternidade antes do bebé nascer?

Não. O Labluxor não efectua testes de paternidade durante a gravidez ou seja antes do bebé nascer

Posso enviar um cabelo para análise?

Não. Não aceitamos amostras de DNA provenientes de dentes, unhas, cabelos, chupetas, restos de tecidos de pentes, escovas de dentes e afins. A razão prende-se com o elevado grau de contaminação e degradação do DNA presente nestas amostras, que produzem resultados bastante equívocos em laboratório e introduzem uma incomportável margem de erro no resultado da paternidade. Só realizamos o teste de paternidade com amostras de saliva ou sangue e usando exclusivamente o nosso kit de recolha.

O meu bebé é recém-nascido. Terá de crescer mais para fazer o teste de DNA?

Não. Não existe idade mínima nem máxima para o teste de paternidade pelo DNA.

O meu pai já faleceu. Será que poderei ainda saber se ele era mesmo o meu pai?

Sim. O teste de paternidade pode ser feito usando amostras de ADN de familiares directos: irmão, pai ou mãe do pretenso pai.

Sou primo da mãe e estou com medo do resultado ser positivo, mesmo que eu não seja o verdadeiro pai.

Falso. Todas as pessoas são geneticamente diferentes, excepto os gémeos homozigóticos (idênticos). Um teste de paternidade robusto e mais completo (com análise de maior número de loci de DNA pela PCR) pode definir a paternidade mesmo havendo parentesco entre a mãe e o possível pai ou se houver dúvida entre dois supostos pais que são irmãos ou meio-irmãos, primos ou mesmo pai e filho, tio e sobrinho, avô e neto.

Tomei medicamentos, estive a comer e a beber antes da colheita para o teste de DNA. O resultado não será o verdadeiro.

Falso. Medicamentos, alimentos ou bebidas não alteram o DNA da pessoa. No entanto podem introduzir contaminações na amostra e dificultar a sua análise. Recomendamos que siga as instruções recomendadas.

A mãe não precisa participar do exame porque já sabemos que ela é mesmo a mãe.

Falso. Se ela não não puder fazer a análise, o teste pode ser feito, mas é mais dispendioso e mais difícil, e em alguns casos, embora raros, é possível obter um resultado de probabilidade inferior a 99,99%. Se a mãe estiver disponível, o ideal é testá-la também.
Metade do DNA vem da mãe e a outra metade do pai biológico. O teste sem a mãe, na falta de 50% das informações herdadas dela, que são muito importantes, terá de compensar isto com o estudo de um número muito maior de loci (regiões) do ADN do suposto pai e do filho.

Cálculos matemáticos e estatísticos mais complexos serão necessários. Havendo de parentesco entre a mãe que não será testada e o suposto pai ou se houver dúvida entre dois possíveis pais, parentes entre si (irmãos, meio-irmãos, primos, pai e filho, avô e neto, tio e sobrinho) a análise é mais complexa ainda.

O teste de uso privado (anónimo) pode ser usado como prova em tribunal?

Não. No teste anónimo, os doadores das amostras não estão identificados por isso não pode ser usado como prova em tribunal.

Este teste é fiável?

Sim. No teste de paternidade realizado, obtém-se uma probabilidade de paternidade superior a 99,999%. No caso de exclusão, o resultado é dado com uma fiabilidade de 100%. A análise da amostra da mãe, embora opcional, aumenta a fidelidade do teste (probabilidade de paternidade superior a 99,999%).Para os sistemas duos (suposto pai/filho), faz-se a análise com 19 marcadores genéticos. Em caso de resultado inconclusivo (exclusão de 2 marcadores genéticos), solicitamos a recolha da amostra da mãe. Para os sistemas trios (suposto pai/filho/mãe), a análise é feita com 15 marcadores genéticos.

Que garantia de qualidade nos pode dar?

O Labluxor efectua os testes de paternidade em colaboração com a STAB VIDA. Os técnicos de laboratório da STAB VIDA são membros da Sociedade Internacional de Genética Forense, Grupo Espanhol-Português (ISFG-GEP). Anualmente, a STAB VIDA é sujeita ao controlo de qualidade efectuado pela sociedade ISFG-GEP.

Quais as diferenças e semelhanças entre um teste com validade judicial e um teste anónimo?

No teste com validade judicial:

  • as amostras têm que ser recolhidas obrigatoriamente no laboratório na presença de profissionais especializados - é necessário a presença do pretenso pai, mãe e filho(a) - todos os intervenientes devem levar um documento de identificação dentro do prazo de validade

No teste anónimo:

  • a recolha das amostras é feita em casa, por auto-recolha - as amostras não são identificadas com o nome dos dadores O processo laboratorial é rigoramente o mesmo para ambos os testes. Em nenhum dos casos é violada a confidencialidade dos resultados.

O que contém o kit que é enviado para casa?

O kit é composto por:

  • 1 zaragatoa (cotonete usado para raspar as células na parte de dentro da boca) -1 cartão para depositar a amostra de saliva -1 par de luvas -1 manual de instruções com indicações de como recolher e enviar as amostras para o laboratório

O kit é estável por quanto tempo: antes e depois de recolher as amostras?

Antes de ser usado, o kit pode ser guardado no máximo 1 mês, à temperatura normal (15-25ºC).
Depois de recolher as amostras, estas devem ser colocadas dentro dos respectivos sacos, e podem ser guardadas no máximo 1 mês à temperatura normal (15-25ºC) até serem enviadas para o laboratório. Não expôr directamente ao sol, não colocar no frigorífico e nem em locais húmidos!

Como marcar a recolha de amostras?

A recolha de amostras de saliva deve ser efectuada na Sede, na Avenida da República, 101, 2ºandar, 1050-190 Lisboa, telefone 217993338.

Os testes são efectuados de segunda a sexta das 8.00 horas às 17.00 horas.

Se preferir fazer a recolha em casa, pode receber o nosso kit em casa (contém o material para fazer a recolha e as instruções necessárias para recolher e enviar o kit para o laboratório).

Quais as condições de pagamento?

Caso pretenda recolher as amostras no laboratório, o pagamento do valor total do teste deve ser feito no dia da recolha por Multibanco ou Numerário.

Se por outro lado, preferir receber o kit em casa, deve proceder ao pagamento do valor total do teste, por transferência bancária, usando o NIB 0007 0000 00206165159 23 e enviar o respectivo comprovativo para o email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar ou para o fax 21 798 6470. O kit será enviado após recepção do comprovativo de pagamento.

 

Peça-nos um orçamento ou mais informações

Se quiser saber mais sobre algum das nossas consultas e análises clínicas/exames contacte-nos através deste formulário